• Porque escrever é um vício.

    Nessa madrugada fui dormir pensando que o domingo seria convidativo à piscina. Fazia muito calor e o azul marinho do céu se pontilhava de brilhos. Deixei as janelas do escritório e da sacada abertas.

    Mas por volta das nove da manhã fui acordada por portas batendo: uma ventania invadia tudo - eu até brinquei aqui que íamos ser varridos junto com o apartamento. Meus mensageiros do vento se debatiam, as vidraças tilintavam, a fúria do tempo se contradizendo com o sol aberto e o claro cintilante do amanhecer vagaroso - manhã de domingo, como dizia uma conhecida, começa tarde.

    No início da noite nova ventania e, dessa vez, chuva, escurecendo tudo de repente.

    Pensei então que até o dia tem seus maus momentos. A oscilação de humor, afinal, não é um privilégio humano...


    0 comentários:

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *