• Porque escrever é um vício.

    "Quando falares, cuida para que tuas palavras sejam melhores que o silêncio." (Provérbio Indiano)

    Quase todo mundo, por esses dias, faz uma retrospectiva, um resumo, o tal balanço do ano que vai dando adeus. Não quero andar na contramão, nem reprovo esse movimento emocional, mas penso que isso é bobagem: acho que todos nós sempre fazemos o melhor que podemos na busca por nossa felicidade, de modo que punir-se por aquilo que deu errado, por metas não cumpridas, pessoas que magoamos, erros que cometemos, não muda o cenário que já ficou pra trás.

    Mais importante, na minha concepção, é encher-se de esperança, olhos grudados em novos horizontes, outras conquistas e caminhos. Todo dia a vida se refaz, outras perspectivas afloram, pessoas, lugares, inúmeras portas se abrem.

    2007 não foi, decididamente, um ano espetacular pra mim - não é um ano que deixa saudades. Mas despeço-me dele sem rancor - apenas despeço-me.

    E sigo em frente: sem grandes expectativas, sem projetos mirabolantes, promessas que já sei que não vou cumprir, sem nenhum compromisso exceto continuar feliz. Porque estou viva, tenho saúde, um homem que me completa - que amo e admiro -, uma família linda, uma casa aconchegante, um trabalho que me dá prazer. Que mais, afinal, posso desejar? Se nem tudo sai como projeto, não posso me frustrar: outras dádivas me abençoam constantemente, todos os dias presencio milagres.

    A isso chamam vida. Um vai e vem de dias bons e outros nem tanto: é como as coisas são. E é o que espero para o ano que se inicia: muita vida pra viver - para mim, para os meus, para todos...

    Feliz 2008! Tin, Tin...

    Imagens: Coke Flowers, Guido Krueger; Olivier Lapidus' Coca-Cola Perfume Atomizer, Eric Robert

    4 comentários:

    Mariana disse...

    Amém!!
    Beijo

    Cris disse...

    Também penso assim, Débora. Fazemos sempre o melhor, com o temos no momento. O bom da retrospectiva é perceber os erros e não repeti-los; é treinar os acertos para evoluirmos em nossa caminhada. Estamos aqui, nesta breve passagem pela terra, para aprender e fazer o melhor com o que temos.

    Que venha 2008, 2009, 2010... e que saibamos ser felizes com as dádivas recebidas e com o que conseguimos construir.

    Beijos saudosos

    Eu disse...

    Pois assino embaixo, querida...
    Que continuemos a ser felizes..como dá né?
    Será que é o tempo que nos faz assim, mais aquietadas? Será que somos mesmo, mais aquietadas?
    bjs e saudades!

    Macabéa disse...

    É... também não gosto dessa "mania" de fazer planos e promessas pro novo ano. Eu sempre faço o melhor que posso todos os dias, trabalho, amo,estudo, leio e aprimoro-me dia-a-dia, por isso não vejo razões para metas e promessas quando um ano termina e outro começa.

    sempre lhe admirando.

    beijo grande.

    Thaís

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *