• Porque escrever é um vício.

    PRIDE


    Já falei aqui sobre quando convivi com uma pessoa com AIDS até sua morte, lá nos meus idos 15 anos, sem saber - só alguns anos depois, quando a doença explodiu no mundo, é que se soube o que ela efetivamente representava, além de seus sintomas e gravidade. Naquela época, a informação não era ao vivo nem online e as Histórias do mundo demoravam a cruzar oceanos.

    Mas muita gente se lembra do ano de 1984, quando Margaret Tatcher estava no poder e os mineiros entraram em greve. Com sua conhecida mão de ferro, ela estava decidida a minguar as forças dos grevistas com total privação financeira.

    O "orgulho gay" estava chegando em Londres, com alguns pequenos grupos 'mostrando a cara'. Um desses ativistas idealizadores, provido da urgência de fazer algo pelo mundo, juntou seu bando e decidiu arrecadar dinheiro e comida para enviar às famílias dos mineiros; assim, eles viajaram até o País de Gales, rumo a uma pequena aldeia, para entregar pessoalmente as doações - que vinham mais de gays e lésbicas, mas também de héteros solidários às duas categorias.

    Não é difícil adivinhar: alguns membros da União Nacional dos Mineiros ficaram bastante constrangidos - pra dizer o mínimo - em receber esta ajuda - mesmo sendo a única que vinha para alimentar seus filhos e dar alguma dignidade à situação.

    Mas é assim que começa a história improvável de dois grupos que não tinham nenhuma relação, e se uniram em prol de duas causas absolutamente diferentes. O filme "PRIDE" conta essa história nos dando uma bonita imagem da trajetória sempre difícil dos excluídos e discriminados pela sociedade, mostrando que, afinal, somos todos humanos. Mais nada.


    0 comentários:

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *