• Porque escrever é um vício.

    Enquanto espero a chegada de nova remessa de Presença de Anita nas livrarias - isso, está esgotado! -, retomei a leitura de O Senhor dos Anéis, livro que ganhei de meu marido em Maio e não consegui avançar além do primeiro capítulo. Curioso é que eu sempre gostei de lendas...

    O que senti, é que Tolkien tem um estilo muito denso, mistura muitos personagens numa trama confusa, inúmeras mudanças de cenários, num mundo imaginário de florestas, encostas e colinas, passagens por baixo da terra e além dos céus...

    É uma mitologia bem narrada, de detalhes minusiosos, atemporal... Mas falta o poder de roubar-nos para ela, de um jeito que só as grandes histórias são capazes de fazer: tornando-nos parte da 'viagem'...



    Três Anéis para os Reis-Elfos sob este céu,

    Sete para os Senhores-Anões em seus rochosos corredores,

    Nove para Homens Mortais, fadados ao eterno sono,

    Um para o Senhor do Escuro em seu escuro trono

    Na Terra de Mordor onde as Sombras se deitam.

    Um Anel para a todos governar, Um Anel para encontrá-los,

    Um Anel para a todos trazer e na escuridão aprisioná-los

    Na Terra de Mordor onde as Sombras se deitam...




    Eu vou tentando me enredar por esse mistério...




    0 comentários:

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *