• Porque escrever é um vício.

    Foi sábado. Passamos pela "Igreja do Calvário", em Pinheiros, e tinha um burburinho - aquilo que chamam de 'quermesse'. Resolvemos enfrentar o surreal e improvável para nós: participar do 'evento'.
    Olhei ao redor e vi: em todo lugar as pessoas são iguais. Mudam os cenários, os endereços, mudam os rostos, os trajes, mas a essência do ser humano é imutável.
    No palco, uma dupla sertaneja entoava canções tradicionais das festas country do interior; barracas de quentão, vinho quente, churrasco, cachorro quente, kreps, churros, o carrinho de pipoca, espalhavam-se pela rua fechada.
    Nos degraus da escada da igreja, pessoas, de todas as idades, espremiam-se para observar o movimento dos que 'desfilavam' no vai e vem da diversão.
    E eu fiquei na dúvida: afinal, estávamos em São Paulo - a maior cidade do país - ou em Sousas - o pequeno distrito de Campinas?

    ***

    Foi ontem. A certeza de que o imponderável está sempre à margem, tudo muda num segundo, mais uma vez se concretizou. A impermanência como única coisa permanente.
    Aconteceu enquanto víamos o jogo da Copa das Confederações entre México e Argentina.
    E o capricho da bola, do destino, dos deuses, como um personagem pelo gramado verde, ditou a regra: nem sempre é o melhor que vence; vence aquele que está com a sorte a seu lado.

    ***

    Agora.

    "O quarto anjo derramou a sua taça sobre o sol, e foi-lhe dado queimar os homens com fogo." Bíblia Sagrada, Apocalipse, 16:08

    Não sei bem porque essa frase me ocorre nesse momento - pertence ao filme "O Quarto Anjo", que vi há algum tempo. A brisa da noite fria entra pela porta-janela aberta da sacada da frente. Não sinto frio. Mas uma sensação: o 'quarto anjo' está à espreita...

    5 comentários:

    Macabéa disse...

    débby,

    Não vi esse filme "O Quarto Anjo", a frase me chamou atenção:)))

    Como vc disse, as pessoas são iguais em qualquer parte! Também fomos à quermesse, essas festas são gostosas, dá uma sensação de aconchego...

    Na minha cidade a quermesse é bem pequena, porém mais animadas que as de São Paulo, acho que é o jeitinho do 'interior'.

    Beijos, querida.

    Macabéa

    Bagunceira disse...

    Me deu uma saudades de Souzas....
    beijo Debby!

    Anônimo disse...

    Great work!
    [url=http://dtlztiiv.com/tjcg/smjv.html]My homepage[/url] | [url=http://syqlgcvn.com/rmjp/hdlz.html]Cool site[/url]

    Anônimo disse...

    Thank you!
    My homepage | Please visit

    Anônimo disse...

    Great work!
    http://dtlztiiv.com/tjcg/smjv.html | http://txtwbfuh.com/anat/ywxw.html

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *