• Porque escrever é um vício.

    E a moça do M-Musica esteve comigo. Nana é uma das muitas pessoas que a Internet me trouxe, há cinco anos.
    Veio do Rio para o evento "M-Musica desafina a fome" - que ela organiza -, e passou pra me ver: chegou às quatro da manhã.
    Ficou pouco tempo - muito pouco, muito menos do que eu gostaria, do que a gente precisava pra falar de tudo e rir muito -, mas muito válido.
    Todo tempo é válido junto aos que se quer bem e todo tempo será pouco, afinal.
    Mas ela prometeu voltar e ficar mais - sem se deixar 'roubar' tanto pela música - que agora, como ela gostou de ouvir, tem dois 'emes'.
    Eu fico esperando essa volta, ansiosa, porque estar com ela é sempre bom.
    Nós a deixamos no aeroporto e eu fiquei com a impressão de que ela estava aqui há mais tempo, daquele jeito que deixa mais saudade agora do que antes.
    E ela me deixou, com todo seu carinho, o livro de Etel Frota, o Artigo Oitavo.

    "(...) Fica decretado que todos os dias da semana,
    inclusive as terças-feiras mais cinzentas,
    têm direito a converter-se em manhãs de domingo." (Thiago de Mello)


    Pois a terça-feira hoje amanheceu domingo.
    E chamam isso de virtualidade...

    0 comentários:

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *