• Porque escrever é um vício.

    Eu andei pensando sobre Psicologia - essa ciência que eu já quis devendar mas concluí que não poderia: tenho perguntas demais, questionamentos insondáveis sobre tudo, numa imensa contradição.

    Não: a Psicologia não tem todas as respostas, como a gente costuma acreditar num primeiro momento. Na verdade, acho mesmo que ela é a ciência da inconclusão.

    Já viu? Você procura um desses especialistas da área e ele te deita num divã confortável, cobrando os olhos da cara, supostamente para ouvir suas reclamações. Então você abre sua alma, despeja seus sentimentos, chora, ri, relembra, vasculha-se inteiro e, ao final, ele te olha, silencioso ou com perguntas que você não tinha nem nunca se fez.

    De repente, avisa que seu tempo acabou e te manda embora. Você vai - mais cheio de dúvidas do que quando chegou...

    Passam-se semanas, meses, anos - meu marido fez 12 anos de terapia! -, e um dia ele te dá alta: acha que você está pronto para caminhar sozinho.

    Como assim? Mas você esteve sozinho o tempo todo!!!



    É: definitivamente, eu não seria uma boa psicóloga. Muito provavelmente acabaria por enlouquecer mais meus pacientes com minhas discussões infindáveis sobre a razão última das coisas - todas elas, inclusive as minhas...



    Mas na questão "O inferno são os outros.", vale pensar num outro lado da moeda: a gente pode se pegar dando muita importância a quem não tem. O inferno pode morar dentro de nós...




    0 comentários:

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *