• Porque escrever é um vício.

    São as primeiras horas de Junho.
    Faz frio, muito frio em São Paulo.
    Dizem que, lá fora, tem uma enorme lua azul hoje. Não vi.

    * * *

    Por aqui, os dias estão azuis.
    Na madrugada de 28 de Maio nasceram os gêmeos: 'meus' netos (de fato, netos do meu marido, filhos de um dos meus enteados). Vida que se movimenta e encanta.
    Os gêmeos... Eduardo e Marina... Vidas encantadas...

    * * *

    Ouço Fafá de Belém cantando "Ave Maria" enquanto jogo pôker virtual.
    Devo estar tentando me redimir de um hábito (ou será vício?) recém adquirido. Nada grave, só a vida que sempre nos surpreende...

    2 comentários:

    Analu Menezes disse...

    Esquece tudo e sorri. Sorri porque a cada dia um novo recomeço, uma nova história, uma nova possibilidade se avizinha. Basta só estar aberto a vislumbrar o que a manhã oferece.
    beijos vovós, te adoro muito!

    Eu disse...

    Aliás, e que bebês viu?!
    Passei aqui só pra ler vc e pra vc ver que tem gente viva vindo aqui nesse blog!
    :)
    escreva mais!
    bjs!
    Ana

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *