• Porque escrever é um vício.

    Eu precisei rever 'Antes do Amanhecer' pra assistir 'Antes do Pôr do Sol' e entender que a lacuna de nove anos nas filmagens tinha alguma razão de ser - pro filme, pros personagens, pro público.

    Mas acho que tem mais razão pra vida e pras lacunas que a gente demarca no processo de existir. Funciona como uma demonstração - e um aviso - de que viver é muito urgente e não se pode deixar pra depois as coisas que se julga imprescindíveis.

    Mostra, especialmente, como uma pessoa pode ficar congelada em nossa mémória por anos a fio, ocupando um enorme espaço dentro de nós, entravando a continuidade de nossos dias. Fica lá, em algum canto, latente, silenciosamente lembrando: o melhor beijo é aquele que não demos; o melhor encontro é aquele ao qual não fomos; o melhor dia é aquele que ficou no passado; a melhor pessoa do mundo é aquela que nunca mais vimos.

    E um sem número de oportunidades, pessoas, encontros, um mar de vida vai ficando pra trás - em consultórios de terapias, em relacionamentos errados, em angústias inexplicáveis, em vazios incômodos. Você e o outro (a) congelados no tempo - um pouco mortos, meio vivos (uma das partes ou ambas).

    Os dois filmes, apesar de diálogos por vezes cansativos, valem ser vistos. Só pra gente não esquecer que a vida é sempre AGORA - nem Ontem e jamais Amanhã.

    4 comentários:

    Mariana disse...

    Ah..nao acredito que vc escreveu sobre estes filmes...sincronicidade pura! tenho pensado neles este dias..de acordo com sua reflexão. Adoro este filmes e têm um paple na minha novelinha aqui...rs
    Beijo querida...hj, já!

    Thaís disse...

    Quando assisti ao primeiro era bem menina, não tinha tido nenhuma experiência amorosa... não gostei. Depois com os anos, passei a ter uma leitura diferente do que é uma noite amor. O segundo vi com o Paulo, acho que foi em 2005 no cinema. Achei muito bom, e revi o primeiro... Acho que quando um relacionamento não vive tudo aquilo que tem que ser vivido... ficam brechas para a imaginação. Como você mesma escreveu, a pessoa fica congelada na nossa mente... A segunda parte do filme... acaba com aquela ilusão, que muitas vezes criamos... Ah! Se eu o visse novamente, seria tudo tão maravilhoso, belo, inesquecível... Esquecemos ou não queremos pensar que pode ser totalmente o contrário. Sei lá.

    um beijo

    Cris Ebecken disse...

    Me identifiquei... e tanto... por aqui. Bjs!

    Anônimo disse...

    Who knows where to download XRumer 5.0 Palladium?
    Help, please. All recommend this program to effectively advertise on the Internet, this is the best program!

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *