• Porque escrever é um vício.

    Eu poderia escrever sobre a noite de hoje mas não estou autorizada - ainda, só depois que acabar, que a noite continua pelo fim de semana. É um pacto entre mulheres companheiras dessa jornada a que chamam vida, que riem, sorriem, presenteiam-se com pequenas coisas que mostram o quanto se querem bem e são cúmplices na delicadeza, e se abraçam, distribuem carinho, colo e trocam um tanto da impressões que não cabem aqui, de tão extensas em experiência e sabedoria.
    Sempre ouvi dizer que as mulheres guerreiam umas com as outras, numa competição infindável, em que pratos como a intriga, o despeito, a inveja são servidos com requintes de traiçoeira enganação.
    Mas minha vivência mostra que essa é uma das mentiras nas quais acreditamos e que, se não tomarmos cuidados, com base nesses parâmetros, podemos nos comportar dessa forma, perdendo o prazer de ter, em outra mulher, o retrato fiel de nós mesmas, de nossas angústias e alegrias, sem desfrutar do benefício de conhecer e entender desse universo onde reinamos, todas, soberanas, ainda que vez ou outra rivais.
    Ser mulher é uma dádiva. Ter mulheres por perto é uma sorte. A amizade e o amor de uma mulher são um privilégio ímpar.
    O Vale da Sabedoria mora em nós...

    0 comentários:

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *