• Porque escrever é um vício.

    O Outono me deixa assim, mais preguiçosa do que sempre - ou será que envelheci e, tal como as folhas que caem, amarelei?

    Bem... O espelho, de frente para o qual acabei de secar os cabelos depois de um banho quente e bom, diz que não: eu continuo jovem, os olhos muito azuis, a pele ainda clara - um pouco pálida, mas não amarela.

    É que a vida também anda devagar, numa calma estranha, e me vem aquele medo peculiar de que algo está prestes a dar errado: eu sou pessimista e muita tranquilidade me apavora. É minha contradição...

    Estou terminando de ler Profecia Celestina e passo por onde se explicam os sonhos. Eu tenho tido muitos pesadelos, o sono agitado, e lá diz que esses são os sonhos que trazem as mensagens mais importantes. Isso me deixou um pouco inquieta...

    Enfim: um dia de cada vez... É como eu tento viver...




    0 comentários:

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *