• Porque escrever é um vício.

    O curso das horas é um precipicio raso, inerte vazio que arrasta as vozes que gritam dentro de nós. O que nos espera no momento seguinte é realidade um segundo depois. Essa é a brincadeira do tempo: empurrar para o passado o futuro que planejamos no instante anterior...

    A névoa que nos ronda não nos deixa entrever a alegria. Mistura o irreal aos desejos,
    despeja fel na esperança e deposita em nossa alma a estranha sensação de carregar no olhar o brilho distante de quem não sabe onde deixou a própria paz...

    1 comentários:

    Carolina salcides disse...

    Débora, gostei muito do teu blog, belas expressões, parabéns, te linkei no meu blog LUNATI-KA, um abraço, Carolina

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *