• Porque escrever é um vício.

    Retificando



    O JO hoje foi salvo por Fernando Meirelles, diretor de Cidade de Deus. Ao lado dos meninos-atores Alexandre Rodrigues (Buscapé) e Leandro Firmino da Hora (Zé Pequeno), Fátima Toledo da ONG "Nós do Cinema" - que treinou os escolhidos moldando seus talentos -, e da Banda Cidade de Deus (ainda não oficialmente batizada), ele falou do projeto, da interação com o pessoal do morro e da própria Cidade de Deus, das filmagens, da identificação com os meninos.

    O interessante é a abertura que ele deu à improvisação dos novatos: sem lhes dar o roteiro durante os ensaios - uma técnica de Fátima Toledo para trazer o ator para a cena naturalmente -, ele incorporou ao texto tudo o que os meninos criaram durante o processo de vestir-se com o personagem - sendo que muita coisa na interpretação deles saiu igual ao que eles nem tinham tido acesso.

    O resultado, pra quem ainda não viu, é total desenvoltura num filme sério que tem tudo para ser sucesso representando o Brasil pelo mundo.




    0 comentários:

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *