• Porque escrever é um vício.

    Cena Noturna II

    Meu marido, quase todas as noites, acaba por deitar-se, adormecido, praticamente sobre mim. Não, não é o que parece ser: é só que ele, inconsciente, desliza para o meu lado, feito ímã, e gruda na minha pele.

    De repente acordo e nos encontro assim: enrolados, como novelo, na beira, prestes a cair - enquanto o resto da cama se diverte na imensa sobra de espaço...




    0 comentários:

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *