• Porque escrever é um vício.

    Futebol: eu torci para a Rússia, ganhou a Bélgica; para a Suécia, ficou o zebrado Senegal; eu queria a Irlanda, permanece a Espanha.

    A gente costuma ouvir que um jogo só termina quando acaba. Parece muito óbvio, mas esse trocadilho de palavras tem significado: geralmente, quem marca o primeiro gol acredita, ainda que intimamente, que o jogo está ganho e passa apenas a se defender. Esquece que para o outro, que está perdendo, tanto faz um placar de 1 ou 10: ele vai atacar - até porque, não lhe resta outra alternativa. Não gosto da decisão por morte-súbita nem por pênaltis. Acho injusto. E percebo que, nem sempre, o vencedor é o melhor.



    E na vida? Igualmente - embora o atacar possa se dar na ausência de movimento.

    E com o agravante de que, em algumas situações, só existem vencidos...




    0 comentários:

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *