• Porque escrever é um vício.

    Eu falei com ela ao telefone e foi muito bom ouvir-lhe a voz e sabê-la bem. E lamento pela nossa distância - até mais por mim que, por vezes, tenho necessidade da cumplicidade que, parece, só as pessoas que vivem longe pactuam comigo. Eu me sinto um pouco só: amizade é coisa séria e a gente não encontra amigos em cada esquina - o que é uma pena...



    Mas hoje iremos a Jundiaí almoçar com outra amiga minha de infância e seu segundo marido. Nós nos gostamos muito, mas a questão é que pegamos caminhos tão diferentes, que já não tenho certeza de que nos conheçamos tão bem e que haja tanta intimidade quanto a que em outros tempos dividimos.

    Sábado estaremos almoçando com outro casal de amigos - esses, do meu marido, dos quais fomos padrinhos de casamento.

    A contradição é que mesmo com tanta gente à volta, a solidão continue a espreitar pelas brechas...




    0 comentários:

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *