• Porque escrever é um vício.

    Ela, que quando cruzou seu olhar no meu a primeira vez fez-se meia-irmã, derrama poesia nos seus textos e sempre me encanta.



    "Quando vier me visitar, traga flores. Muitas delas...

    Porém, não me traga apenas flores.

    Não se esqueça de juntar a elas a beleza do seu sorriso, a ternura do seu olhar, a força do seu abraço, o calor dos seus beijos...

    Mas não esqueça de tirar-lhes os espinhos que machucam, as folhas envelhecidas, os galhos secos, as dores embutidas...

    Quando vier me visitar, traga flores. Muitas delas...

    Perfumadas, coloridas, alegres. Todas parecidas com você!

    Quando vier me visitar, traga você por inteiro...

    As flores? Nem sei se vai precisar!"




    E fala hoje de Fractais...




    0 comentários:

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *