• Porque escrever é um vício.

    Eu ando com o sono atrasado. Durmo e acordo muitas vezes por noite, num incansável adormecer insone. Acho que estou ansiosa, um monte de coisas na mente...

    E, percebi, ando tendo um sonho recorrente.

    Na verdade sempre o tive - a diferença é que ele se dava em situações diferentes. Ele se resume numa necessidade de correr e não se conseguir; numa necessidade de subir - degraus de ônibus, trens (!), aviões, quaisquer escadas ou ladeiras -, e também não ter forças. Não é que me sinta cansada: é simplesmente que minhas pernas ficam pesadas demais e não consigo movê-las - ou as movo muito lentamente. Já cheguei a ser arrastada nessas imagens noturnas por um trem porque não conseguia subir... e eu tentava, segurando na alça de ferro... o trem partindo... eu ali, pendurada!

    Ultimamente, o sonho se repete numa cena única: uma rua escura inclinada à frente; alguém me perseguindo - que não sei quem é -; esforço-me para correr, a pessoa caminha rapidamente, quase me alcançando, ouço seus passos próximos... e desperto naquele desespero peculiar, apanhada por uma sombra...



    Será que, inconscientemente, estou com mania de perseguição? De toda forma, sã-acordada, não me lembro de nenhuma pessoa que possa estar querendo me capturar.

    Olha...




    0 comentários:

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *