• Porque escrever é um vício.

    Para saudar o Outono - a estação das folhas que caem -, chuva na madrugada.

    Sem temporais - apenas águas que caem dos céus, mansas, sem causar estardalhaços e destruições...



    Só espero o outono,

    quando teus adornos,

    adereços sob ventos,

    desprendem-se do que em ti

    é pasto e essência,

    e te largam assim

    numa quase aflição,

    ao relento dos meus olhos...



    Antonio Mattos



    0 comentários:

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *