• Porque escrever é um vício.

    Então 2002 chegou.

    Muita gente está pensando que nada mudou - e eu concordo.

    Mas, vá lá, vamos crer, tal como diz essa moça, que é a gente que muda tudo, e encher-se de esperança - que é isso que um novo ano traz.

    2001 terminou com muitas tragédias - até o último minuto -, e muita incoerência colocou o universo à margem de absurdos.

    Tá... O ano para o mundo foi meio caótico, é verdade.

    Mas é verdade também que para a maioria de nós, a vida pessoal andou amena, sem grandes contratempos que não pudessem ser superados. Todo mundo chora, se magoa, se entristece: é a lei natural das coisas.

    Eu ri muito mais do que chorei e tive alegrias incontáveis.

    Como já disse, não fiz promessas - porque nunca as cumpro. Um dia de cada vez é como aprendi a viver e estou achando bom não desaprender. Todo dia recomeçar...

    Tomara tenhamos um tanto de tempo adiante para isso...




    0 comentários:

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *