• Porque escrever é um vício.

    Ele esteve por aqui e me atraiu ao caminho dos seus escritos, que se dá através do que ele chama de ruminâncias: Anos para conquistar pessoas e coisas e depois perdê-las. Chorou. As lágrimas não eram suas. Fugiu. (...) Chorou novamente. Naquele momento, a dor era sua. A solidão da morte também.

    Ou não: Ela era, sem dúvida, a mais bela das sereias. (...) Sonhos e cenas do passado, no presente, não se diferem.

    Percepções interessantes em textos muito bem elaborados: são as Pipografias de um Vagabundo Inveterado - seja lá o que isso queira dizer...




    0 comentários:

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *