• Porque escrever é um vício.

    Eu vivo sob o signo da terra, aquele que busca organização e segurança, e até a mim espanta essa minha inquietação. Questionamentos moram nos meus sótãos...

    Eu sou mutante - embora pareça enraizada. Sou feita de opostos... Eu às vezes choro sem motivo e sou muito malcriada... Outras vezes sou tão carinhosa que consigo apagar da memória alheia esse jeito arredio... Dou muita risada... De vez em quando estou leve e tranquila, e um vulcão emerge do nada: eu arraso tudo ao redor... Eu quebro e colo... Sou arisca, pequena, bonita... Criança... Mulher... Todas... E nenhuma...



    Mas agora eu vou agradecer os desejos de felicidades dessa moça que acabou de chegar de viagem e conta que Paris não pode ser explicada.

    E vou dizer pra essa menina-mulher querida que ela está certa: Sonhos não envelhecem; nós envelhecemos quando deixamos de sonhar...



    Então tá... Vou me lembrar sempre de ser feliz e sonhar...

    E controlar meus impulsos...




    0 comentários:

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *