• Porque escrever é um vício.

    É engraçado como algumas vezes fica tarde para algumas coisas... Parece que a gente perde a hora, e o tempo de remediar passa por nós como o vento: não dá mais pra voltar atrás...

    Eu tenho poucas dessas ocasiões: normalmente, zero minhas pendências antes de fechar a porta ou abri-la novamente. Situações mal resolvidas me incomodam: tenho necessidade de fechar ciclos... Eventualmente, no entanto, me acontece de deixar algo no ar...

    Mas pensei sobre isso ao terminar de reassistir Noivo Neurótico, Noiva Nervosa, de Woody Allen. Comédia surrealista à parte, a seriedade que há por trás da banalidade de provocar o riso, desperta questionamentos...

    As relações, não importa em que época, são sempre complexas... Nossas loucuras, medos, nossas ansiedades: tudo o que mora em nós, dita nosso destino e o rumo de nossas vidas. E, de vez em quando, se perde o passo...

    Todo dia, refazer... A cada momento, recomeçar...



    Divagando...




    0 comentários:

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *