• Porque escrever é um vício.

    O dia de hoje transcorre cheio de surpresas...

    Minha mãe mandou uma mensagem fonada... Eu nunca tinha recebido desses telefonemas e a emoção ficou por conta de que ela estava me ouvindo... chorar...

    Um dos meus irmãos, que é completamente avesso à tecnologia, mandou-me um e-mail! Coisa natural, não fosse ele um agrônomo, cuja única linguagem habitual é terra, galinhas, minhocas e afins...

    Meus sobrinhos e enteados não me esqueceram - o que é um privilégio ímpar (tanto mais em relação aos enteados!)...

    Um carinho inesperado: Andréa Bianchi. Delicadeza indescritível...

    Amigos: Jomara, Jeferson, Carla Cintia, Fausto, Eliane, AnaLu (sempre muito querida), Marilia, Monica, Cris, Lia, Sandra, Sandrinha, Meca, AninhaGon, Helo, e todos que não me esqueceram: todas as palavras que sei não são suficientes para dizer o quanto o carinho de vocês me é importante. O muito curioso dos aniversários é que surgem pessoas de todos os lados lembrando que existimos... É uma roda viva de saudades...



    Eu costumo dizer que em datas especiais a gente cai no lugar comum de dizer sempre as mesmas coisas e o Jeff, ao me cumprimentar, citou essas minhas palavras... Mas andei reconsiderando e quem sabe se a vida não é exatamente isso: um lugar comum feito de desejos - os nossos e os alheios...

    Eu estou juntando hoje os meus desejos aos das pessoas que me querem bem... E então farei dos meus dias um lugar comum bastante diversificado...



    A noite promete... Eu vou pintar o sete...

     


    0 comentários:

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *