• Porque escrever é um vício.

    Essa história de 'apagão' tá virando piada. O Governo nos ameaça de corte, os "Direitos do Consumidor" nos protegem, os apresentadores jornalísticos se exaltam, e as Lights ficam que nem barata tonta: simplesmente, não sabem o que fazer...

    Aqui em Sampa eles anunciam que a escuridão está ao encalço, mas não contam a partir de onde: querem nos pegar de surpresa ou é apenas para nos ameaçar? Eu não gosto de ameaças...

    Estamos na mira: embora eu tenha a impressão de que estamos minimizando, os números mostram que estamos desperdiçando energia: aumentamos o gasto!!! Deve ter alguma coisa errada, mas somos preguiçosos para reclamar... Deixa como está e vamos ver no que dá... E, afinal, o que pode dar? A gente, de certa forma, já vive no escuro: cada dia que amanhece, o faz no desconhecido - e o que é ele senão um negrume completo?



    Não faz muito tempo, eu estava perdida nas trevas de perdas e dores, a vida parecia ter caído dentro de um imenso buraco... Não tinha qualquer iluminação, a noite havia descido e se fazia soberana. Eu parecia estar vivendo naquele lugar do trópico em que as noites duram seis meses - onde é mesmo? Eu sou péssima em Geografia, mal sei em que lugar me localizo...

    Minha noite durou 2.808 horas e fez muito frio... Daí, o sol brilhou novamente e me aqueceu...

    Eu aprendi de noites e dias... Tem dias que amanhecem nas sombras, e noites que se fazem iluminadas...

    Descobri que é só uma questão 'do olhar' de cada um... Inverno, outono, primavera ou verão: é a alma que dita a estação...




    0 comentários:

     

    Arquivo do blog

    Perfil

    Minha foto

    Coordena os Portais Babel Cultural e Estilo 40. 
    Escreveu por dez anos para o site Crônica do Dia. Administra e escreve minicontos em Hiperbreves.
    Formada em Letras, trabalha com arte-visual. Casada, 'mãe' da Maya - uma Labradora chocolate. 

    Se tem algo a dizer, envie sua msg.

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *